Boa perde e reabilita Goiás.

O Goiás derrotou o Boa Esporte por 2 a 0 nesta terça-feira (28), no estádio Serra Dourada, em Goiânia – partida válida pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time esmeraldino vinha de quatro derrotas seguidas.

Felipe Amorim

Goiás volta a vencer após quatro derrotas.

O único representante mineiro na competição queria tirar proveito da crise do adversário – que perdeu o técnico Arthur Neto após a goleada de 4 a 1, sofrida em casa, para a Portuguesa.

Somente aos 20 minutos surgiu a primeira chance real de gol na partida. Felipe Amorim chutou rasteiro, da entrada da área. Luiz Henrique fez boa defesa.

Goiás teve um gol (corretamente) anulado aos 27 minutos. Bruno Aquino estava adiantado quando recebeu o passe de Oziel.

Aos 36 minutos, Diniz avançou pela esquerda do ataque, entrou na área e chutou forte. Luiz Henrique trabalhou bem, novamente.

Boa Esporte teve uma excelente chance aos 40 minutos. Claudinei fez grande jogada pela direita e deixou Marcos Antônio na cara do gol, mas o atacante errou feio.

O castigo veio quatro minutos depois. Zé Antônio cobrou falta, a defesa não afastou direito e a bola sobrou para Felipe Amorim. Ele chutou forte, sem chances para o goleiro: 1 a 0 para os goianos.

No 2º tempo, logo no primeiro minuto, o árbitro marcou um pênalti inexistente a favor dos donos da casa. Na cobrança, Diniz ampliou a vantagem: 2 a 0.

A equipe de Varginha acordou. Foi para o ataque e criou várias chances de gol. Só que errava as finalizações – quando Harlei não defendia. Teve até bola na trave, após cabeçada de Paulão.

A vontade não foi suficiente e o time do Sul de Minas Gerais acabou sofrendo sua terceira derrota na competição. Sinceramente? Merecia o empate.

O Goiás manteve a base do time que foi rebaixado no ano passado e não se reforçou bem. Está sem técnico e terá muito trabalho para buscar o acesso.

Vi quatro dos oito jogos do Boa Esporte nessa Série B. E confesso que tenho notado uma certa evolução na equipe.

O trabalho de Nedo Xavier caminha bem, apesar da derrota. Falta-lhe jogadores com mais qualidade técnica, mas o elenco reconhece suas limitações e procura jogar simples.

Destaque positivo para o goleiro Harlei, que apesar de ter sido vaiado pela torcida, foi o melhor jogador em campo.

Destaque negativo para o nível técnico das duas equipes, que deixa (muito) a desejar.

 

GOIÁS 2×0 BOA ESPORTE

Motivo: 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Data: 28/06/2011 (terça-feira).

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PA).

Gols: Felipe Amorim (GOI – 44′ do 1º tempo), Diniz (GOI – 1′ do 2º tempo).

GOIÁS: Harlei, Oziel, Rafael Tolói, Ernando, Andrezinho, Amaral, Zé Antônio, Carlos Alberto (Marcelo Costa), Diniz (Valmir Lucas), Felipe Amorim (Tardely) e Bruno Aquino. Técnico (interino): Márcio Defendi.

BOA ESPORTE: Luiz Henrique, Jackson, Thiago Carvalho, Marcelinho, Magalhães (Júlio César Santos), Claudinei, Olívio (Maranhão), Marco Antônio, Carlos Magno (Jean Cléber), Vinicius Hess e Paulão. Técnico: Nedo Xavier.

Cartão amarelo: Bruno Aquino (GOI).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *